Fact Check. David Justino e Gomes Cravinho assinaram prefácios elogiosos nos livros de Rendeiro?

11 meses atrás 332

Publicação no Facebook diz que Rendeiro é o "banqueiro do Bloco Central dos prefácios" e recorda que o social-democrata David Justino e o socialista João Gomes Cravinho assinaram prefácios nos livros.

A frase

No prefácio de um dos livros de Rendeiro, o socialista João Cravinho elogia-o encomiasticamente: "Chegar mais alto pelo seu próprio mérito, com toda a limpeza, é também apontar caminhos aos outros". Noutro dos seus livros, no prefácio, David Justino (PSD) enaltece-o.

— Utilizador do Facebook, 11 dezembro 2021

Certo

Publicação no Facebook usa um texto partilhado também nas redes sociais por Paulo Morais, antigo dirigente da associação Transparência e Integridade, que intitula João Rendeiro ironicamente de “o banqueiro do Bloco Central dos prefácios”.

Publicação no Facebook que usa conteúdo da publicação original de Paulo Morais

De facto, quer David Justino quer João Cravinho, assinaram prefácios em livros de João Rendeiro. O livro “Testemunho de um Banqueiro”, lançado a 1 de janeiro de 2014 conta com o prefácio de João Cravinho e o livro “Arma Crítica”, lançado em dezembro do mesmo ano, coligindo os textos que o banqueiro tinha publicado no blog com o mesmo título tem um prefácio assinado por David Justino.

Ora, em ambos os casos, João Cravinho e David Justino elogiaram João Rendeiro. Em 2009, já depois de ter rebentado o escândalo com João Rendeiro, o ex-ministro João Cravinho foi confrontado com os elogios feitos no prefácio e defendeu a relação de amizade que mantinha com Rendeiro.

Se em 2004 escreveu no prefácio, sobre a personalidade de Rendeiro que chegou “mais alto pelo seu próprio mérito, com toda a limpeza” e que isso era “também apontar caminhos aos outros, um pouco como quem abre portas a futuras marés que levantam os barcos à medida que a linha de água sobe”, em 2009 Cravinho garantia ao Diário de Notícias que o voltaria a fazer. “Fiz o prefácio porque o amigo me convidou. Fi-lo com a responsabilidade e o sentido de verdade à data em que o fiz. E se ele me convidasse agora também o faria”, justificou na altura.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já o social-democrata David Justino escreveu no prefácio do livro “Arma Crítica” que João Rendeiro conhece bem os meandros da política e dos negócios em Portugal e não se coíbe de tomar posição, quantas vezes em contracorrente ao mainstream construído diariamente entre política, negócios e media”. À data, o lançamento do livro foi assinalado na imprensa nacional, bem como o conteúdo do prefácio como é exemplo esta notícia do Diário de Notícias.

É um facto que quer David Justino quer Gomes Cravinho assinaram prefácios em livros de João Rendeiro, publicados em 2004. As citações usadas na publicação estão corretas e replicam aquilo que Cravinho e Justino escreveram nos livros em causa.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

CERTO

IFCN Badge

Ler artigo completo